Como garantir uma impressão de alta qualidade na personalização de objetos de cerâmica para decoração

Por Fotocerâmica
objetos de cerâmica para decoração

Para personalizar objetos de cerâmica para decoração a alta qualidade deve acompanhar o profissional da escolha da imagem à preparação da peça.

Imagens eternizam momentos especiais e valorizam ambientes, estejam elas impressas em objetos ou expostas em quadros. Porém, se não usadas técnicas adequadas, a impressão pode não resistir ao tempo e ainda, não garantir um resultado final de qualidade.

Na maioria dos casos, os efeitos indesejados, estão relacionados a origem da imagem, que pode ter sido captada ou ilustrada em baixa resolução, ou ainda, nas atividades fim, onde a técnica de impressão escolhida não é a mais indicada para a personalização do objeto em questão.

Quando se está falando na personalização de objetos de cerâmica para decoração, é essencial que se trabalhe com fotocerâmica.

Fora isso, alguns procedimentos podem ajudar, quando o interesse é garantir uma impressão de alta qualidade. Acompanhe as dicas a seguir:

Atente-se a resolução dos seus arquivos ao capturar ou criar suas imagens

Para se garantir a alta qualidade na personalização de objetos de cerâmica para decoração deve-se começar pelo básico. E isso inclui a seleção de imagens de alta resolução para as estampas, e isso independe da origem deste desenho, que pode partir de uma foto, de imagens ou ainda ilustrações vetoriais.

A imagem escolhida, ou ainda criada por você mesmo, para a personalização do objeto deve ter resolução mínima de 300 DPI ou dots per inch que significa “pontos por polegada”.

Essa nomenclatura corresponde ao número total de pixels verticais e horizontais que existem na imagem. Por isso, quanto mais pontos de informação presentes em uma imagem, maior também será a sua resolução, ou qualidade da imagem.

Por outro lado, se a imagem contiver menos pixels que o recomendado, perderá qualidade e ficará toda quadriculada, desconfigurando a estampa. Por isso, todo cuidado é pouco nesse quesito.

Outro ponto importante, caso você esteja trabalhando com fotos e você mesmo seja o responsável pelos cliques, está no ajuste do tamanho da imagem na sua câmera.

Você deve selecionar o máximo de pixels possível até a resolução 640 por 480 pontos na web, invariavelmente de quantos pontos sua câmera fotográfica esteja habilitada a capturar.

Fique atento aos sistemas de cores usados em suas criações

Quem trabalha com a personalização de objetos de cerâmica para decoração deve saber que existem dois principais sistemas de cores usados nesta atividade, o CMYK e o RGB.

O sistema CMYK usa como base os pigmentos utilizados para a impressão, enquanto o RGB se fundamenta nas cores luminosas de telas dos computadores.

Uma grande diferença entre estes dois sistemas está na quantidade de cores que eles envolvem, onde o RGB engloba muito mais cores que o sistema CMYK.

Dependendo da finalidade de uso desta imagem, essa diferença de sistema, pode interferir e muito na qualidade da impressão.

Para não errar, quando o interesse for imprimir uma imagem, opte sempre pelo sistema CMYK, para garantir impressões com fidelidade de tons. Para isso, sempre converta a arte final para o sistema CMYK.

Agora, outra questão importante, caso você esteja trabalhando com fotos.

As máquinas fotográficas trabalham com o sistema RGB, o que como vimos anteriormente, não é indicado para a impressão. Assim como no caso das imagens e ilustrações vetoriais, criadas em programas como o Illustrator, CorelDRAW, etc., garanta que suas fotos sejam convertidas para CMYK antes de enviá-lo para a impressão.

Garanta que o formato do seu arquivo esteja compatível com a impressão

Antes de mandar sua criação para a impressão, você deve checar um outro detalhe, que é o formato do seu arquivo.

Você certamente está criando seu layout em um programa específico para a edição e criação de artes visuais, como o Photoshop, Illustrator e CorelDRAW, etc., mas ainda assim, será necessário exportar esta criação para um formato compatível com a impressão. Ainda assim vale o lembre: nunca utilize formatos como o DOC e PPT no envio para impressão.

Fora isso, você tem algumas opções a sua escolha.

Se o interesse é garantir uma qualidade maior para seus impressos na personalização de objetos de cerâmica para decoração, você deve exportar seus arquivos para PDF para obter melhores resultados.

Se você estiver trabalhando com fotografias, o JPEG também pode ser utilizado, e é bastante utilizado. É um arquivo relativamente leve, e também de qualidade.

Certifique de usar impressoras especializadas e folhas de decalque cerâmico

Para o segmento que utiliza a cerâmica ou a porcelana como produto final, como é o caso da personalização de objetos que utilizam este material, o recomendado é trabalhar com equipamentos específicos, ou seja, papéis decalques fotográficos e impressoras fotocerâmicas.

São estes detalhes, que somados a preparação do objeto, que garantirão que a reprodução da arte criada, no objeto, seja fidedigna, tenha cores incrivelmente realistas, e sem qualquer limitação de formatos de impressão.

Se estiver com dúvidas na escolha destes equipamentos, especialistas podem ajudar, certificando que você está fazendo boas escolhas e encontrará nestes equipamentos o melhor custo benefícios na personalização de objetos de cerâmica para decoração.

Preserve as cores de objetos de cerâmica para decoração com processos de química e a queima especializados

Agora, para finalizar com chave de ouro, cuide dos últimos detalhes. Afinal, de nada adianta um impresso feito em alta qualidade se não houver um acabamento adequado.

Para dar sequência e encerrar o processo produtivo de objetos de cerâmica para decoração, prepare-se com o material para transferir a arte já impressa para a peça decorativa.

Tenha a mão colódio para decalque digital – um tipo de verniz específico para este fim – e instrumentos para a aplicação desta solução (tela, espátula, régua de aplicação, desmoldante e uma solução de limpeza). Depois disso aplique a solução sobre o papel decalque fotográfico.

Depois que o decalque já recebeu o colódio, aguarde-o secar. Depois recorte-o para ficar na forma desejada, mergulhe-o em água e transfira-o para o objeto que você deseja personalizar.

Feito os acabamentos, o objeto deve passar para um processo de queima, onde atingirá uma temperatura de até 900º.

É com esse processo que a imagem se fundirá ao esmalte da cerâmica, garantindo a alta qualidade e durabilidade dos objetos de cerâmica para decoração no decorrer do tempo.

Além de enfeitar a casa e ir à mesa, suas criações poderão ser expostas a altas temperaturas, como fornos, microondas, máquinas de lavar louças, ou ainda, ser posicionada ao sol em ambientes externos.

Palavras-chave